Google Ads: os riscos de uma campanha no Adwords mal configurada

google ads os riscos de uma campanha no adwords mal configuradaVocê já faz campanha no Adwords? Conhece o Google Ads? Recentemente, o AdWords mudou e passou a se chamar Google Ads. Essa funcionalidade permite que as marcas criem anúncios para serem exibidos nos resultados de pesquisa do buscador, sites parceiros e aplicativos.

As campanhas são ótimas oportunidades para aumentar o tráfego do seu site, mesmo com um baixo orçamento. É possível atrair novos visitantes gastando R$1,00, por exemplo. Por disponibilizar muitas possibilidades de segmentações e estratégias, alguns gestores acabam se perdendo nas configurações e criam anúncios que não engajam o público certo.

Por isso, você verá neste post quais os impactos da mudança da plataforma e quais os riscos ao elaborar uma campanha mal configurada! Acompanhe e evite os erros!

Google AdWords e Google Ads: o que mudou?

O Google AdWords realizou uma mudança na sua plataforma de anúncios e, no dia 24 de julho de 2018, passou a se chamar Google Ads. As alterações sinalizaram mudanças para os anunciantes e editores. Segundo o vice-presidente do Google, a reestruturação busca melhorar a forma como os produtos são exibidos e para quem os anúncios são criados.

As alterações buscam produzir uma plataforma mais transparente e menos confusa. O grande objetivo é otimizar ofertas de anúncios integrando produtos como o DoubleClick for Publishers e o Google Ad Exchange em um único Ad Manager. O resultado será a união do acesso ao inventário na pesquisa do Google, YouTube, loja de aplicativos do Google Play e mais 3 milhões de parceiros.

Além disso, o principal produto da empresa ganhou uma novidade: as campanhas smart. O Google usará machine learning para complementar as ações tratadas por você como prioritárias, otimizando o máximo dos seus recursos. Isso poupará tempo na hora de configurar as campanhas.

Mesmo parecendo mudanças de grande impacto, os usuários não precisam ficar preocupados quanto a maneira de trabalhar os produtos. Basicamente, a forma de configurar as campanhas e realizar pagamentos serão as mesmas. As mudanças mais amplas serão realizadas ao longo do tempo.

Campanha no AdWords mal elaborada: quais os riscos?

Os anúncios pagos têm como objetivo aumentar o tráfego de cliques no site, gerar novos cadastros em landing page e ligações telefônicas, entre outros. Uma boa campanha aumenta as vendas de um negócio e melhora o branding da marca.

Uma das grandes vantagens do Google Ads é que a plataforma oferece várias opções de segmentação. Além de poder escolher em qual local você deseja anunciar, também é possível fazer segmentações baseadas em idade, gênero, localização e palavras-chave.

Porém, elaborar esses anúncios requer conhecimento da plataforma e das personas, além das análises de resultados. Por isso, listamos alguns riscos que uma campanha mal elaborada pode trazer ao seu negócio. Confira!

Tempo de retorno demorado

Nenhum resultado aparece em um passe de mágica, mas ao configurar uma campanha de modo equivocado, você pode estar abrindo mão de um retorno a curto prazo. Se comparado com outras formas de mídia paga, o Google Ads tem a seu favor o rápido retorno em uma estratégia de marketing.

Criar um anúncio sem definir um objetivo claro, não conhecer a plataforma e seu potencial, montar a campanha e não segmentá-la corretamente ou elaborar apenas um modelo são fatores que prejudicam o resultado e, consequentemente, aumentam o tempo de retorno de investimento.

Assim, pode ser que sua campanha demore dias para converter e, mesmo convertendo, os resultados nem sempre são os melhores. Isso ocasionará no aumento dos custos.

Aumento nos custos

As estratégias de marketing buscam sempre encontrar soluções que diminuam os custos de alguma ação, e as campanhas mal formuladas vão na contramão dessas soluções.

Além de perder tempo — e tempo é dinheiro — configurando uma campanha que não traz resultados, você estará aumentando os custos de marketing, sem necessariamente ter um retorno sobre ele.

Muitos gestores optam por criar suas próprias campanhas a fim de economizar com a mão de obra. Porém, essa “economia” será um grande desperdício ao final do mês. Por mais que alguns passos da plataforma sejam autoexplicativos, é preciso conhecer a dinâmica dos algoritmos para traçar os melhores caminhos logo no início do projeto.

Diminuição das conversões

Além de aumentar o tráfego dos sites, os anúncios também auxiliam nas conversões. Seja na inscrição de uma landing page ou finalizando um carrinho, a conversão é uma ação importante para a manutenção do funil de vendas.

Os links patrocinados no Google Ads são excelentes opções para atrair e converter clientes de fundo de funil. Porém, se não utilizar um pixel de conversão, palavras-chaves adequadas e textos que realmente atraiam o usuário, você estará perdendo clientes e diminuindo as conversões.

Não encontrar o seu cliente ideal

Muitas pessoas acreditam que quanto maior for a segmentação de um anúncio, melhor. Mas essa ideia é bastante equivocada. Quando você possui um estabelecimento local, não faz o menor sentido patrocinar e gastar a sua verba em um anúncio que será mostrado para o Brasil todo.

Além de errar na localização, muitas vezes os anunciantes esquecem de analisar a persona do negócio para somente depois disso configurar o anúncio. Se o seu público é feminino não perca tempo nem dinheiro criando um anúncio focado nos homens, por exemplo.

Gerenciamento de campanhas: é preciso ter um profissional?

Já deu para perceber que elaborar campanhas bem-sucedidas requer dedicação, tempo e conhecimento, e nem sempre gestores e empreendedores têm essa disponibilidade. O primeiro motivo para você contratar um profissional é que, provavelmente, você já tem uma série de tarefas com as quais precisa se preocupar.

Mesmo que o Google ofereça cursos e que a plataforma seja simples, existem atualizações, funcionalidades específicas e detalhes que somente quem acompanha e trabalha com esses dados diariamente consegue identificar e solucionar.

Além disso, o processo não é puramente operacional. É preciso abrir o painel de controle diariamente, analisar os dados, realizar as modificações necessárias e ao final da campanha ou do mês, organizar os dados em um relatório e metrificar o retorno.

Agora que você já viu os principais erros na criação de uma campanha no Adwords e sabe como evitá-los, ficará mais fácil alcançar o seu objetivo. Mas, se você não tem disponibilidade para realizar todas essas ações, um especialista focado no assunto pode auxiliá-lo e trazer resultados importantes para o seu negócio.

Tem mais alguma dúvida sobre campanha no Adwords? Quer ajuda para começar o trabalho nessa plataforma? Entre em contato com a PWI Web Studio e veja como podemos ajudá-lo a alcançar os melhores resultados!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Contato

Siga-nos

Copyright © 2017 PWI Web Studio - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio